Pesquisa







Antes de qualquer pensamento sobre esse post, quero que responda uma pergunta: Você se considera desorganizado? Se sua resposta foi positiva, tenho mais uma perguntinha: Já analisou o quanto isso já pesou no orçamento no fim do mês? Tenho quase certeza de que sua resposta foi negativa. E precisa entender agora mesmo o quanto custa a sua desorganização no fim do mês.

Calcular o valor da desorganização pode parecer uma tarefa complicada, mas preciso deixar claro que não são apenas bem materiais, mas é um estilo de vida como um conjunto. Não podemos pensar em bens materiais sem antes analisarmos nossas necessidades e vontades. E falando em necessidades versus vontades, a desorganização gera um vício no consumismo de coisas que não precisamos na realidade. 

Quem leva uma vida desorganizada pode não perceber o quanto isso tem um custo enorme totalizando o fim do mês. Principalmente para aqueles que se mantém com seu trabalho e são independentes. 
"Não é a falta de tempo que nos persegue, é a falta de organização." Tuca Neves
Vamos analisar uma seguinte situação: 'Maria que antes ganhava um salário, agora ganha três. Com enorme felicidade de seu trabalho, adquiriu mais móveis para sua casa, roupas novas para os filhos e marido, e muito mais utensílios para sua cozinha. Maria se sentiu imensamente feliz por poder comprar todas essas coisas pois seu pouco salário mal sobrava para coisas além das necessidades. Com o passar dos dias, Maria percebeu que seu salário não estava dando para manter a família, por mais bem que recebesse. Ao analisar sua vida, Maria percebeu que estava utilizando mais produtos de limpeza para limpar sua casa, mais amaciante e sabão em pó, precisou adquirir um armário novo para os filhos pois o antigo estava lotado de roupas e calçados, e  muito mais tempo para deixar a sua casa limpa(quase o dobro do tempo).'

  Consegue perceber a situação? Quanto mais ganhamos, mais gastamos, e a proporção do desapego e compras, não é a mesma. E o que vem depois? A desorganização da casa, pessoal, financeira, e no trabalho.



Quero te mostrar com esse post que a desorganização precisa sumir de sua vida agora mesmo. Existem situações que parecem inofensivas mas que se analisadas, estão fazendo com que perca tempo e muito dinheiro. 

Continue lendo para:
- Compreender as situações e seus custos
- Começar a se organizar hoje mesmo
- Pensar além de seus desejos
- Começar a analisar a sua vida

A Desorganização custa:

1) Tempo

  Responda rápido: qual foi a última vez que ficou tempo demais procurando algo (como exemplo: óculos, guarda-chuva, caneta, caderno,etc)? E no final desse tempo, conseguiu achar ou já teve situações em que foi comprar outro? Pode parecer bobeira, mas a cada minuto perdido procurando algo que deveria ter um lugar certo para ser guardado, poderia ser usado para algo que você ama.

Exemplos de situações:
- Precisou sair de casa e não achou a chave do carro.
- Não encontrou o guarda-chuva.
- Chinelo? Que chinelo?
- Hoje tem uma festa. Se arrumar para uma festa é sempre sinal de que seu quarto ficará mais bagunçado ainda. No outro dia quando for arrumar, perderá muito mais tempo do que se tivesse deixado as coisas em seus devidos lugares.
- Na escola, anotar lembretes em qualquer lugar é com você mesmo. Mas cadê aquele que falava a data da prova?
Lembre-se: quanto mais bagunçada sua casa estiver, mais tempo demorará para limpá-la.

2) Saúde e Bem-estar 

Não consigo imaginar alguém em paz consigo mesmo tendo que procurar (lê-se: fazer milagres)  algo de urgência em cima da hora (chaves do carro por exemplo). Imagino uma correria e um estresse danado e isso piora quando se tem filhos pequenos. 

Já ouvi muitos comentários que pessoas organizadas tem toc e sofrem pelas suas manias. Para quem está no meio disso, só preciso dizer que: Não conheço alguém organizado que é infeliz. Juro que desconheço essa teoria de paranoias.  Mas entenda que ser organizado não é deixar todos a sua volta loucos com sua organização, o que são duas coisas diferentes.

Compreendo também que para você que possui uma vida muito corrida, cheia de compromissos e filhos para cuidar, está pensando que é impossível se organizar. Definitivamente não! Crie hábitos e rotinas com sua família. O dia rende muito mais quando se tem um planejamento diário.

Seu bem estar físico e mental depende da sua organização. Trabalhar fora, cuida da casa e dos filhos, pode virar uma bagunça enorme se você não tomar as rédeas da situação e se organizar. Quer mais tempo com seu marido(esposa) e filhos? Tenha a organização do lar como sua melhor amiga. Evite estresses, correrias e bagunça na casa toda. Você pode assumir isso.

3) Dinheiro

Quando o assunto é dinheiro, realmente fica sério. Manter as coisas desorganizadas vai muito além de estragar algum móvel por exemplo. É algo que se pode controlar. Partindo do seguinte pensamento: quanto mais coisas possui, mais lugar precisará para guardá-las. 

Comprar algo novamente pois realmente não sabe onde colocou? Isso soa normal para você? Não deveria ser normal. Jamais deve ser normal algo que te faça comprar duas, ou até três vezes a mesma coisa pois não sabe onde deixou. 

Exemplos de situações:
- Acabou a energia e não faz ideia de onde colocou a lanterna e as velas. O que você faz? Adquiri outras. Cinco dias depois, as encontra jogadas no meio de outros itens diferentes. Gastou seu dinheiro em dobro, notou?
- Ao encontrar um livro importante de estudo, percebe que rasgou muitas folhas e está sujo pois guardou em qualquer lugar, e ali, deixou acumular objetos em cima e muito poeira. O que você faz? Compra um novo.

- Deixar alimentos estragarem na geladeira ou no armário. Além do desperdício do alimento, creio que o adquiriu com seu esforço e trabalho e não veio nada de graça. Você terá então que comprar novamente.
- Já esqueceu ou perdeu sua carteira em algum lugar.
- Se possui tempo apenas a noite para arrumar a casa, se não estivesse tão bagunçada, o cômodo não necessitaria de luz ligada por tanto tempo.
Economize seu tempo. Economize seu dinheiro.
Gostou do artigo? Responda nos comentários: quanto a desorganização já custou para você?
escrito com amor
  • Comente pelo Facebook!

    8 Comentários

    1. Nossa, todo mundo devia ler esse post, Camila, adorei e já quero colocar em prática, bjoo.
      www.blogdagabiprado.com.br

      ResponderExcluir
    2. Olá Camila tudo bem???


      Nossa esse seu post é muito verdadeiro!!! Sou uma pessoa muito organizada, mas as vezes rola uma baguncinha...


      Beijinhos;
      Débora.
      https://derbymotta.blogspot.pt/

      ResponderExcluir
    3. Camila, que post sensacional! Eu preciso começar a colocar isso em prática kkkkkkkkkk. Tenho de economizar mais ainda. xD

      Beijo!
      Cores do Vício

      ResponderExcluir
    4. Ameeei seu post, inclusive acho que várias pessoas que conheço deveriam ler hahahah!!! As vezes sou desorganiza kkk beijos
      www.blogbelezamake.com

      ResponderExcluir
    5. OOi, adorei o post, a desorganização atrapalha muito no dia a dia.
      beijos boa semana
      bellapagina.blogspot.com.br
      Sorteio no instagram: https://www.instagram.com/p/BXxpLeJDTI0/?taken-by=bellapagina

      ResponderExcluir
    6. Seu post está simplesmente incrível. Ainda sou um pouco desorganizada, mas tenho mudado e já melhorei bastante. Melhorei um pouco a minha gastação de dinheiro, mas sinceramente é tão difícil quando temos que aprender isso quando já estamos adultos. Queria muito ter tido uma educação baseada também na economia e como é importante viver com o essencial.
      Charme-se

      ResponderExcluir
    7. nossa incrivel esse post, acho que a gente nao consegue viver direito, nem pensar direito num ambiente desorganizado

      www.tofucolorido.com.br
      www.facebook.com/blogtofucolorido

      ResponderExcluir
    8. Eu sou uma pessoa bagunceira e as vezes levo tempo demais procurando o que eu quero.
      Porém todo sábado organizo tudo pra bagunçar durante a semana.
      Beijinhos ;*
      Blog Menina Caprichosa | Canal Youtube | Facebook | Insta

      ResponderExcluir

    Obrigada pela sua visita! Ela é muito importante.