Últimos posts

Pesquisa







Há uns dias atrás, postei uma foto no instagram de uma suculenta lindinha que ganhei de meu pai. Está até em meu Diário de Gratidão e realmente foi um fato bom que aconteceu.
Não sabia cuidar da espécie, li alguns sites e fiquei muito confusa: uns diziam água a cada sete dias mas outros diziam a cada quinze dias; uns falavam que devia tomar sol várias horas por dia e outros diziam que sol demais não pode. Realmente estava vem confusa. E não deu outra: as folhas foram secando e caíram, todas. Um pézinho morreu, e o maior continuou ali. Fiquei dias observando se havia melhoras e nesse tempo, colocava no sol, tirava do sol, colocava água e depois deixava quinze dias sem água. E assim foi por muitos dias mesmo, até esquecer que ela estava ali. 


Os dias foram passando e passando e eu a olhava de longe pensando 'será que vai viver de novo?' 'ou terei que comprar outra?' Como estava muito atarefada, realmente a deixei lá e não aguei mais. E pedi a minha mãe para não aguar para ver, pois pensei que antes podia ter colocado água demais e por isso foi secando. 
E sabem? Fiquei um pouquinho triste e jamais pensei que fosse sentir algo por uma plantinha e me fez recordar os dias que ouvia minha mãe falar com as flores dela! Era bem estranho, mas nesse pedacinho de minuto entendi o que era quase perder uma plantinha. 


E então eis que o milagre da vida aconteceu! Estava bem sossegada e já havia esquecido que ali poderia sim voltar a ter vida e minha mãe gritou lá da área: 'sua plantinha tá dando folha de novo!' Iupiii..... Fiquei tão feliz, sério gente! Pensei mesmo em jogar fora várias vezes, mas quando olhava que seu caule estava verde ainda, sentia esperanças também, lá no fundo. 
Para mostrar a vocês, fotografei com a lente macro pois a nova folhinha que nasceu tem, acredito, menos de um centímetro e essa lente capta essa detalhes menores! E sim: sou apaixonada por essa lente!
Essa experiência com o novo brotinho da planta ter nascido em deixou tão feliz e liberta de coisas ruins que não imaginam! Ter gratidão por essas pequenas coisas está me fazendo crescer tanto por dentro e digo até em não ficar chateada com as pessoas, em ser mais leve comigo mesma, em ter mais pensamentos positivos, em estar feliz por dentro e isso reflete para fora!
Mas já aproveitando esse post, quero pedir a opinião de quem possui em casa, de quais são os cuidados com as suculentas pois ainda estou muito perdida, tendo em vista que minha mãe trouxe outra espécie semana passada e não quero que ela morra também. Quem me ajudar ganha um doce!


Gostaram de saber a história da suculenta? Possui em casa? Se possui, poderia me ajudar a cuidar as minhas? Não quero mais perder nenhuma!
escrito com amor
  • Comente pelo Facebook!

    9 Comentários

    1. Que fofa vc, amei o modo como falou de algo simples com tanto amor e fé!
      Obg por comentar lá no meu blog, espero te ver mais vezes por lá :) beijos

      ResponderExcluir
    2. Você escreve com uma leveza surpreendente <3 As fotos ficaram lindas, eu adoro visitar sue blog, as vezes não comento por falta de tempo, mas sempre venho ver seus posts :D Continue escrevendo e postando. Adorei o post!
      http://b-uscandosonhos.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    3. Ei Camila,
      Estou passando pela mesma situação (em partes). Comprei duas mini suculentas e um mini cacto. Estava todas feliz com eles e coloquei na mesinha do meu quarto, perto da janela. Porém, semana passada uma suculenta murchou e morreu e essa semana notei que a outra também está murchando, fiquei muito triste, não sei o que pode estar acontecendo. Minhas dúvidas também são iguais as suas em relação a regar e colocar no sol, uns falam uma coisa, outros falam outra.
      Fico feliz em saber que a sua reviveu, espero que a minha também possa reviver.
      Bjs

      www.vireimoda.com

      ResponderExcluir
    4. Cami
      Que bom que ela reviveu. Eu tenho 5 suculentas! Trato-as muito bem ahaha O que vc quiser saber , estou à disposição!!

      Beijos e um bom final de semana!
      Blog DMulheresInstagram

      ResponderExcluir
    5. Oi Camila,
      Conheço um blog que dá dicas como cuidar dessas plantinhas chama: Eu e minhas plantinhas: http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

      Big Beijos
      Lulu on the Sky

      ResponderExcluir
    6. Também preciso de ajuda, já perdi duas :( mas ainda não sei cuidar direito, nunca sei se devo colocar água ou não e às vezes me esqueço de colocar no sol...

      Beijos
      http://lovelyplacee.blogspot.com/

      ResponderExcluir
    7. Oi Camila!

      Que linda sua suculenta! Eu tenho várias e uma das coisas que aprendi - depois de perder algumas - foi que não pode molhar muito mesmo. Um detalhe é que se deixamos a terra úmida em contato com a suculenta, ela começa a murchar e perder as folhas. Já deixei uma morrer assim, então passei a deixá-las num canto com claridade e molho de vez em quando. O importante é nunca deixar super molhado.

      Minha mãe rega as delas com um borrifador e também dá super certo! Aprendi também que quanto menos cuidar, mais elas crescem e ficam bonitas. Que estranho, né?

      Ah, e conversar com elas, tenho certeza que ajuda muito, viu? É aquela coisa da energia... <3

      Beijos!

      Camile
      Leve por aí

      ResponderExcluir
    8. é fascinante quando uma planta renasce. estou na torcida que uma aqui consiga. mas acho que ela se entregou faz tempo. eu trouxe plantas recentemente. e algumas não se adaptaram em apartamentos. foi uma tristeza só. beijos, pedrita

      ResponderExcluir
    9. Não possuo, mas tenho vontade de comprar uma suculenta e um cactos, já que não posso ter bichos de estimação, pelo micro espaço que é minha casa. Que bom que sua plantinha está dando sinal de vida. Espero que consiga informações corretas. Pergunte na floricultura também, o certo é ter alguém especializado lá para te dar um Norte. Beijos
      Charme-se

      ResponderExcluir

    Obrigada pela sua visita! Ela é muito importante.