Pesquisa








Ás vezes é preciso parar e pensar. Ou simplesmente deixar ser, deixar fluir. E é isso que fiz hoje, pelo menos tentei fazer.
Depois de algumas horas sussurrando palavras ruins em minha mente, pensei que pudesse me esvaziar e então, coloquei uma música melancólica e deixei ser. Não consegui nem pensar, nem agir, nem abrir meus olhos. Por muitos minutos fiquei em pé ao lado da cama tentando decifrar o que estava fazendo, se certo ou errado. Não saberei dizer. Senti um âmago intenso correndo pelas minhas veias e comecei a chorar. Um choro com soluço mas pausado, quieto. Não consegui me ouvir nem dizer algo, simplesmente comecei a desabar e percebi que meus pés já estavam no chão, sem minha permissão. Fiquei ali escorrendo lágrimas dos olhos e do coração, sem saber porque estava acontecendo aquilo. Talvez fora ilusão ou dor na alma. Não saberei jamais. Só precisava ficar absorta e voltar a fazer o que mais alegra meu coração: escrever. Óh alma como sentias falta disso não é mesmo?
Chorei baixinho e depois mais alto, e escrevi. Deixei mais uma vez que meu coração falasse tudo o que estava apertado, tudo o que incomodava-o há muitos dias. Eu jamais conseguirei entender o que se passa nele quando tenho esses certos ataques de tão puro amor, só sei que escrevo e depois tudo passa, fica sereno como água. Muito doce e azedo, solitário, mas assim vai sozinho mesmo. Sem neuras, sem pedidos, apenas chorando e escrevendo. Dizem que ser poeta é coisa de gente doida, mas eu prefiro ser doida a ser vazia. Prefiro ser assim do que não cuspir muitos textos, muitas palavras com sentidos ou não. Apenas sei que hoje desabrochei mais palavras entre as nuvens, como há muito tempo não fazia. Vai por mim, esvaziar-se é muito mais prazeroso do que encher-se.
Gostaram do texto de hoje?
Acompanhe o blog também em:




postado com amor por
  • Comente pelo Facebook!

    16 Comentários

    1. Que texto maravilhoso, camila!
      Sim, as vezes eu estou TÃO saturada de muita coisa que o melhor que eu faço é deitar na cama ou tomar banho de mar e deixar isso fluir pra looooonge de mim. É necessário, é saudável, é essencial.

      Um beijo,
      Isabella
      The Urban Trends

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Obrigada Isa *-*
        Bem isso, saudável...

        Excluir
    2. Muito bom o texto é sempre bom tentar botar para fora todo o sentimento.
      Gosto de escrever também quando estou triste ou fazer desenhos.

      www.viniseoutrascoisas.com

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Obrigada!!
        Desenhar é bom demais também...

        Excluir
    3. Gostei muito. Sentirmo-nos vazios é tão bom! :)

      Isa.
      http://isamirtilo.blogspot.pt/

      ResponderExcluir
    4. Sempre bom deixar a alma esvaziar. Adorei, Cami.

      http://www.novaperspectiva.com/

      ResponderExcluir
    5. Ai que texto lindo Cami! Tão natural. <3 E concordo plenamente que esvaziar é melhor que encher. Sempre faço isso quando estou me sentindo perdida principalmente! Beijos.

      www.nahboa.com

      ResponderExcluir
    6. Que lindo isso, Camila ♥ Isso é muito importante, muito, muito. Senão ficamos "pesados" e não saímos do lugar.

      Um beijo em tu!

      ResponderExcluir
    7. Olá Minha Linda!
      O texto é em expressivo, quando me pego assim, desse jeito, sempre oro a Deus sabe, isso me acalma!
      Beijokas da Carol e da Camila :*
      http://www.vamospapear.com/

      ResponderExcluir
    8. Seu texto tem uma profundidade que só é sentida por quem o lê com o coração aberto. Meus parabéns pela bela escrita <3 E sim, por infinitas vezes, é melhor esvaziar-se do que se auto preencher. Obrigado pelas palavras maravilhosas, agradeço! Grande abraço.

      Ewerton Lenildo - Viajante das Letras - viajantedasletras.blogspot.com

      ResponderExcluir
    9. Lindo!!! Realmente às vezes é preciso esvaziar-se... Super tocante! Bjs no coração!

      ResponderExcluir
    10. Que texto mais lindo. Seu jeito de escrever é tão: ♥

      www.meiahoraemparis.com.br

      ResponderExcluir

    Obrigada pela sua visita! Ela é muito importante.