Pesquisa







Coração, saia de sua zona calma e venha. Venha pois preciso de ti. Venha descalço, com ou sem alma, triste ou alegre, carregado por sonhos ou não. Mas venha, aqui existe alguém que precisa te sentir, que precisa de sua vida para viver. Não questione, apenas chegue.
Chegue a qualquer dia, a qualquer hora, sem receio ou medo, com uma rosa ou uma margarida, mas não diga algo. Deixe nossos olhos primeiramente se sobreporem e respirarem. Sei que sentirei seu cheiro á quilômetros daqui meu bem. E será leve mas muito firme, com pesados lábios cobertos por palavras calmas, com mãos brancas feito neve.
Estarei sentada em meu balanço lendo meu livro preferido pela centésima vez, com os cabelos presos em rabo de cavalo com um laço azul bebê sobre eles, um short branco de cetim com detalhes em strass, uma blusa folgada laranja, tudo para combinar com um pôr do sol reconfortante, e com seus olhos cor de mel. Você chegará sem fazer promessas ou algo inusitado. Será tão breve quanto o espaço de um beijo. Sentirei, dormirei lendo o livro ao seu lado, com suas mãos dizendo que meu cabelo cheira bem.
Na verdade, isso tudo é para ser um sonho perfeito. Desses que quando se acorda, olha pela janela pensativa e ai as perguntas vêm. Ela chegam como uma bomba sorrateira e sem piedade e lhe fazem não querer mais viver. Por que quero sonhar isso? Por que durante cem anos as coisas não acontecem? Parei deitada em minha cama com aquele pijama velho e leve, olhei para o teto, virei para um lado e para o outro na tentativa de minha cabeça girar e se encaixar a realidade, com as mãos suando e os pés formigando, e meu coração quieto. Quieto demais. Passei a mão em meu rosto, acolhi as lágrimas que surgiram e foram logo descendo, molhando minha blusa. Meu cabelo estava penteado, talvez o sonho pudesse se tornar real.
Escutei o barulho do relógio que fazia tic tac pedindo para acordar e viver mais um dia. Estava sendo real demais para mim. Não queria acreditar. Levantei devagar, com as pernas teimosas não querendo levantar mais nunca nessa vida e meus dedos estavam leves. Me senti pisando em nuvens brancas e macias. 
Não queria mais sonhar e precisei jogar uma água no rosto para disfarçar minha agonia. Aos poucos, ainda demasiada absorta com esse desejo, fui caminhando ao banheiro para ter um choque de realidade. Se pudesse dormiria a eternidade se fosse para te ter para sempre. Mas não é assim que funciona. A vida exige que você levante a cabeça e esteja pronta para acasos e afins. Para começos e recomeços. Para pessoas ruins e boas. Para uma vida cheia de pedaços inacabados. 
Quando estiver sonhando quero que me jure quando sentir seu coração batendo muito forte, as mãos começarem a tremer procurando abrigo, seus cabelos bagunçarem sozinhos, suas pernas teimarem com você para andarem, e seus olhos soltarem uma única lágrima, pare. Pare, respire fundo e deixe seu coração acalmar-se. Não limpe suas lágrimas. Quero que você não sonhe mais naquele momento. Sua zona de perigo chegou. 

______________________________________________________
Acompanhe o blog também em:


postado com amor por
  • Comente pelo Facebook!

    12 Comentários

    1. Nossa que lindo, você manda muito bem com os textos já falei isso várias vezes, você tinha que escrever um livro eu te apoio 100%, beijão

      http://olhardeumgaroto.blogspot.com/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oii Gui, obrigada sempre pelo carinho aqui comigo! E um livro, seria uma ótima ideia, um plano para o futuro <3

        Excluir
    2. adoreeeeeeeeeei, ç.ç adorei seu texto. e eu concordo, um livro por favor, ou um livro com compilado de contos, adoraria :'D

      http://blogcookiecookie.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oii Maria, que bom que concorda com o livro *-*

        Excluir
    3. Sonhar é muito bom! A realidade nem sempre corresponde né, mas acho que sonhar é uma motivação para vida.
      Aproveitando, Feliz Páscoa!
      Bjs
      http://garotasbacanas.blogspot.com

      ResponderExcluir
    4. Tb apoio a ideia do livro heim ! :)

      Vi aqui pra te desejar um ótimo final de semana e um lindo Domingo de Páscoa Ca.

      Bjo bjo bjo !

      | O Blog Que Não é Blog |

      ResponderExcluir
    5. Adorei o texto, também concordo sobre o livro! ^~^

      http://minhas-indecisoes.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    6. Você consegue descrever a cena tão bem que é quase impossível ler o texto sem imaginar a cena. Você escreve tão bem, que me deixou sem comentários hahaha.

      http://leitecombiscotos.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    7. Sem sonhos? Quem seriamos ... Infelizmente, a vida não contribui muito para que todos consigam alcançar :(

      David - Leitor Compulsivo (www.leitorcompulsivo.com)

      ResponderExcluir
    8. Acho que o intermédio é bom, sonhar, mas manter os pés no chão. Por mais que o sonhos sejam impossíveis temos que os tem em nós, mas também viver a realidade, como eu disse é o "intermédio". Belo texto.
      Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    9. Nossa! Que texto melancólico! Eu espero que no fundo as pessoas sonhem sim, sonhem acordadas! E apesar disso, que tenham tempo para parar e realizá-los.
      Sem sonhos, a motivação para realizá-los não aparecem!
      Kiss

      ResponderExcluir

    Obrigada pela sua visita! Ela é muito importante.