Pesquisa







Vamos dizer que já passei por algumas fases até chegar aos 21 anos. Uma delas resolvi descrever para vocês:
Nunca fui uma garota com belas curvas, pernões, peitão, bundão, desse tipo que atualmente é consagrado como padrão de beleza, ou 'gostosa'. A exemplo de uma blogueira super conhecia, Bruna Vieira, resolvi apoiar essa ideia.
Desde criança fui magra. Magra e baixinha. Isso mesmo. E muito branca, digamos que transparente. Sempre era zuada por ser desta cor, e zuada também por ser magra. Do tipo: nossa que leite, transparente, gasparzinho, branca de neve (esse era fofo), garota que brilha no escuro, e por aí vai. E acreditem: não são só as gordinhas e afro descendentes que sofrem com isso. Mas nunca tive uma auto estima baixa por causa disso. Preciso admitir que até uns 18 anos não usava short quase nunca na rua, por vergonha de minha brancura, vê se pode não é mesmo? E também, graças a Deus, nunca entrei em depressão por causa disso.
Mas o grande problema veio há uns 3 anos, mais ou menos, quando todas as pessoas ao meu redor ficavam falando que precisava engordar. Sempre que chegava em uma roda, ou em um lugar, sempre tinha alguém para falar que eu estava magra demais, que meus ossos estavam aparecendo. Levava na esportiva, ria com eles, falava que era abençoada por Deus por comer muito e não engordar uma grama se quer. Mas tudo que é demais, cansa. E eis que cansei.   Comecei a ficar realmente com uma auto estima baixa quando meu ex começou a pegar  no meu pé por causa disso. Era sempre a mesma coisa: você precisa engordar, engrossar as pernas, vai malhar, e tantas outras coisas. Cheguei a malhar três meses, engordei 3 quilos, mas não estava feliz, pois estava fazendo pela pressão das pessoas, e não porque eu realmente amava fazer academia. Foi quando deu um problema em meu joelho, precisei parar de malhar, e a pressão começou de novo. Me sentia mal toda vez que alguém falava isso para mim, e quando fiz meu IMC, realmente estava abaixo do peso para minha altura. Mas gente, vamos entender? Me alimentava a cada duas horas, ou três, e nas grandes refeições comia muito, mas não engordava nadinha. Cheguei a fazer exame para um possível diagnóstico de hipertireoidismo, mas deu negativo. Bom, estava então começando a entender que minha baixa auto estima estava me afetando até a ganhar peso, pois estava ficando fissurada naquilo.
E, como Deus escreve certo por linhas tortas, em março deste ano, quando fiquei solteira, eis que depois de um mês comecei a engordar, milagrosamente, talvez ao certo que não tinha mais a cobrança de um namorado insatisfeito comigo. 
Estava pesando na época 41,2kg, e 1,55m de altura. Imaginem só a tripinha que estava, e acreditem: o nosso psicológico mexe muito mais do que qualquer coisa. Parei então de me preocupar em engordar, não tinha mais um namorado para agradar, então, desde abril, tenho engordado. Hoje estou com 44,5kg, 1,55m, calço 34, visto 36, e tenho 87 de quadril, 58 de cintura e muito melhor, e mais saúde, pois saí do IMC baixo para a eutrofia. 
O que fiz para engordar? Bom, levei a vida menos a sério, e claro, estou comendo muito mais do que estava antes.

obs: terá outro post sobre esse assunto!
escrito com amor
  • Comente pelo Facebook!

    57 Comentários

    1. I think we should all be content with our bodies. Come and read my post its an important message thanks.
      http://tifi11.blogspot.com

      ResponderExcluir
    2. Nossa, muito legal o que você passou p/ gente nesse texto.

      beijos
      giihflore.blogspot.com

      ResponderExcluir
    3. O que é preciso é que estar bem consigo mesma, ninguém precisa te entender, você precisa!
      Amei o assunto <3

      ResponderExcluir
    4. Só digo uma coisa: não se importe com o que as pessoas dizem. A maioria é tudo invejoso quando falam do nosso corpo, do nosso cabelo e etc. O importante é se sentir bem. :)

      Blog: NAHBOA?!

      ResponderExcluir
    5. realmente, a nossa vida deve ser dirigida por cada um de nós sem pensarmos no que os outros dizem. Nos amar, primeiramente, é mais que o fundamental. Você é linda, parabéns pelo post!
      http://tuacompor.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    6. Oi Camila. Me identifiquei muito. Sofri por estar acima. Cheguei a ter transtornos alimentares. Mas passou. Estava na fase da adolescência. Hoje acham que estou magra demais. Nunca estão contentes. Mas estou bem com meu peso de hoje. Vi sua passagem em meu blog. E sua tristeza com o fim do enredo, foi a minha também. Sentiu o que escrevi e o que senti ao "ir quando ainda havia amor. Um beijo!

      ResponderExcluir
    7. Adorei o texto, realmente o ideal é estar feliz com você mesma sempre!!

      Beijos
      Fashion Victim

      ResponderExcluir
    8. Nossa,é mto ruim passar por isso,vc ter que se sentir obrigada a mudar por pressão das pessoas!
      Já passei por isso!
      luxuriademenina.blogspot.com

      ResponderExcluir
    9. Que guerreira !
      E por isso que devemos estar bem com você !
      E você que tem que amar você e não outros , e lembre-se '' Vocês riam de mim por quê sou diferente, eu rio de vocês por quê são todos iguais''

      ~Beijocas na xexa~
      Chá de Boneca

      ResponderExcluir
    10. Oiii linda, que invejinha kkk tanta gente querendo emagrecer e vc engordar kkkk mas olha vc tá linda e o importante é vc se sentir bem consigo mesma. Beijos e um ótimo dia.

      http://cidocemulher.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    11. Amei seu texto! O importante é estarmos bem e sermos felizes como a gente é! E você tá linda, viu?

      Obrigada pelo comentário no blog! Fiz uma boa viagem e voltei com muitas novidades, confere lá o blog que logo mais vai ter fotos de looks que usei lá!

      beijos,
      http://misssainha.com/

      ResponderExcluir
    12. Já passei por diversas situações que você escreveu! Mas hoje gosto de mim exatamente nos pontos que tiravam sarro de mim! A cor da minha pele, meu cabelo cacheado, minha magreza... e meu pequeno tamanho haha, sou muito feliz assim ;)

      Deixa eu te contar! Tem um sorteio de uma blusa linda lá no meu blog! Que tal participar?!!
      www.gleikka.blogspot.com.br

      Beijos

      ResponderExcluir
    13. pow eu peso 60 kg, mas eu pesava 40 até 22 anos.
      e tinha anorexia e tava ficando muito mais magra, era mt tenso xp
      Seguindo o Coelho Branco

      ResponderExcluir
    14. Super interessante esse texto, vou dar minha opinião masculina, acho que o que vale é a pessoa se sentir bem, estou namorando uma mocinha magrinha também, pesa 43 Kg, mas tem um coração enorme e por isso me conquistou, não foi por suas curvas (ou falta delas).

      Adorei o texto.

      Bjus

      José Agenor

      Fan page:https://www.facebook.com/BlogdoJoseAgenor?ref=ts&fref=ts

      Blog: http://www.blogdojoseagenor.com.br/

      ResponderExcluir
    15. Eu tb sempre fui magrela, era muito zoada tb! Hoje em dia luto pra emagrecer rs'
      Excelente quarta!
      Beijinhos ;*

      bycarolinaa.com
      facebook.com/meudiarioescondido

      ResponderExcluir
    16. Menina eu pensei que estava sozinha nessa *-*
      Eu sou bem magrinha também, mas olha só <3 temos a mesma altura, mesmo peso e passamos pelas mesmas coisas.
      Acredito que irei fazer um post desse tipo também, pois acho muito importante acabarem esses tabus por causa da aparência e tentarmos sermos perfeitos, somos apenas nós mesmos na sua infinita perfeição.
      http://www.valeuapenaesperar.com/

      ResponderExcluir
    17. Eu passei por isso também, comecei a levantar a noite para comer pq afirmavam que engordava, tomava vitaminas, usava várias calças por baixo da calça jeans, kkk (hoje dou risada)

      Engordei depois de um tempo, mas foi sem esforço, fui engordando normalmente e hj estou feliz com meu corpo. Ainda bem, pq já chorei mt.

      ansiedadefeminina.blogspot.com

      ResponderExcluir
    18. Adorei seu post amiga, eu também sofro com problemas pra engordar. Sou muito baixa e super magra, as vezes até sinto vergonha pois a grande maioria das minhas amigas tem um corpo na medida certa, e eu não, sou magra demais mesmo. Já tomei remédios para engordar mais também não tive resultado. Hoje já me conformei com isso, sabe é coisa de família, por parte de mãe a grande maioria é super magra e nunca conseguiram engordar. Então deixa como está né, e você é linda demais não precisa engordar nem emagrecer! Ta linda assim do jeito que é. beijos; aboutgarota s2

      ResponderExcluir
    19. Acredito que o mais importante seja estar bem consigo mesma, eu já não me sinto bem "fofinha", então procuro algumas maneiras de voltar ao meu peso normal, porque sou mais feliz desse jeito (:

      Beijos,
      Blog Fashion e Bella
      www.fashionebella.com.br

      ResponderExcluir
    20. Aaahh, você é linda! *o* Eu já fui muito zoada na minha escola por ser muito branca, me chamavam de "folha branca A4", mas sempre levei na esportiva também, o negócio foi sempre ignorar esses tipos de coisas que sempre tudo dará certo!
      Beijos, Nath!
      http://cartas-e-poesias.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    21. Faz tempo que eu deixei de me importar com os outros estou até feliz do jeito que estou, é claro que nós temos a sã consciência de quando precisamos mudar isso é fato, mas sempre terá alguem apontando o dedo para você achando que assim deixe melhor.

      http://simpleseagradavel.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    22. amei oq vc escreveu, tbm ja sofri muito por ser magra mais hoje em dia nao ligo para opiniao dos outros aprendi a ser feliz comigo mesma, pq se Deus quiz assim assim sera e vc é muito linda :)
      boa semana e obg pela visitinha xoxo http://fastfashionpink.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    23. Fazer o que ser diferente é motivo de sofrimento. Já sofri muito com isso também. Igual a você a minha mãe cansou de me levar no medico quando era criança porque as pessoas vivam dizendo que eu estava doente por ser muito branca. Hoje já não ligo pra isso apesar de ainda rirem bastante.

      http://blogprefacio.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    24. Te entendendo, eu ainda sou um pouco zoada por ser magra, agente leva na brincadeira mas, é ruim ouvir isso várias vezes. De tanto falarem, comecei a comer muito, o que deu? Meu colesterol e meu triglicerides (sei lá como escreve isso) aumentaram, foi dado como de adulto (tenho 12 anos), e não adiantou nada afinal, só engordei 2 quilos (ficando com 38 kg) e detonei minha saúde, o que aconteceu esse ano? Eu tenho que fazer dieta, mesmo sendo magra, não posso mais comer besteiras para o colesterol não aumentar. Peso 41 kg mas, o resto é altura (1,57) e porque fiz 3 meses de natação. Hoje não ligo mas, e penso que isso é uma sorte, várias ficam sofrendo para emagrecer. Desculpa pelo texto, acho que vou fazer um post falando tbm, gostei muito, beijos.
      vivianyteodoro.blogspot.com

      ResponderExcluir
    25. Essa busca pela perfeição de algumas pessoas enche muito o saco, a sociedade é muito hipócrita! Está certíssima em tudo o que disse flor1

      Beijoos, Ana Carolina.
      http://simplesglamour.blogspot.com
      Instagram e Twitter: @simplesglamour

      ResponderExcluir
    26. Falou tudo, eu passei pelas mesmas coisas. Acredito que a gente tem que se sentir bem como a gente é, de dentro pra fora.

      ResponderExcluir
    27. Acho incrível como as pessoas conseguem inventar esses termos "perfeitos". Obviamente eu não quero falar em relação á saúde. Mas acho que as pessoas acabam tão agoniadas em serem perfeitas, que esquecem de seu próprio intelecto.
      Amei muito o post.
      cronicasdeumlunatico.blogspot.com

      ResponderExcluir
    28. Adorei o post! Acho que essas coisas de padrão de beleza e tudo mais é uma furada. Acho que a gente tem que estar saudável e feliz :)

      http://colorful-mushrooms.blogspot.com.br

      Beijoos ;*

      ResponderExcluir
    29. O importante é você se amar do jeito que é e claro com saúde. Ninguém é perfeito. Acho ridiculo esse padrão de beleza que a sociedade impo~e.
      Big Beijos
      Lulu on the sky

      ResponderExcluir
    30. O importante é gostar de ti como você é, tenho 1,52 e peso 46kg, e não estou gorda. Minha pressão sempre veio por parte do meu irmão, não tenho peitão mas tenho as coxas grossas, e nossa, ele me chamava de gorda, mas nunca liguei muito não.
      vestindo-ideias.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
    31. Infelizmente essas coisas sempre existem
      Mas quando somos menores não percebemos como isso tudo é irrelevante
      Já estou seguindo;)

      Beijos
      @pocketlibro
      http://pocketlibro.blogspot.com

      ResponderExcluir
    32. Você engordando e eu querendo emagrecer. :/ Camila, vi uma entrevista sua e você faz nutrição. Que legal! Eu também faço <3
      Beijos

      marinaalessandra.blogspot.com
      @mariinaale

      ResponderExcluir
    33. O importante é se aceitar do jeito que você é. Eu tenho problemas em me achar magra demais e tenho a auto estima baixa.

      Beijos | Jéssica Argentino
      Arquivos femininos

      ResponderExcluir
    34. Adorei o texto, a aceitação é um grande problema na adolescência eu sempre tive um corpo bom, mas o óculos me "enfeiava" e a zueira da escola me deixou muito para baixo
      adorei o texto
      www.garotainvitro.blogspot.com

      ResponderExcluir
    35. Oi querida,
      Com o tempo as coisas vão se ajeitando em nossa vida.
      Abraços!

      http://gisele-teles.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    36. Oi querida,
      Com o tempo as coisas vão se ajeitando em nossa vida.
      Abraços!

      http://gisele-teles.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    37. Nossa, você tá tá ótima e o importante é se sentir bem. A pressão só prejudica.

      www.iasmincruz.com

      ResponderExcluir
    38. É verdade.
      Você esta completamente certa. Parece que você escreveu pra mim.

      Adorei o design e o nome do seu blog :)

      Beijinhos da Djeni do Acidamente Sensível

      ResponderExcluir
    39. Pra falar a verdade, eu penso diferente das pessoas que te julgavam. Acho lindo meninas branquinhas e magrinhas. Claro que, principalmente, se essa pessoa era como você, que comia e só não engordava. As pessoas não entendem que cada corpo é um corpo, com seu metabolismo.
      E, olha, se tanta gente reclama de excesso de peso e você tem problemas por ser muito magra, já está claro que isso de se enquadrar não tá com nada né?

      Você é super linda! <3 E super fofa, e gente boa também! ;)

      Um beijo

      www.kvcomvoce.com

      ResponderExcluir
    40. Amei amei amei, muito, quero logo o próximo post!

      http://historiaimperfeita.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    41. Adorei o post! E eu acho que assim, se você está se sentindo bem dessa forma, deve ficar assim e não ouvir o que os outros dizem, mas claro, estar saudável sempre. E como você comentou ali, que não usava short por causa da sua cor, era uma coisa sua isso, você não se sentia confortável em ficar de short mostrando a cor nas pernas, certo? Mas para tudo há um jeito, se você realmente quer usar o short, vão haver outras maneiras de modificar e fazer com que você use. É igual as gordinhas (eu), que quando vai usar uma roupa, já tem uma noção de que não vai se sentir confortável com uma roupa coladinha e já opta por uma mais larguinha, e é exatamente isso. O meu ponto principal para tudo é: conforto. Se eu estou confortável desse jeito, nada mais me importa.

      xx,
      www.likeparadise.com.br

      ResponderExcluir
    42. vc é linda querida, concordo com vc, nunca estamos satisfeitos com o nosso corpo por que sempre queremos mais. http://anavidadeestilista.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    43. Super gostei do seu texto, parabéns por ter superado essa fase ><
      Eu também sou muito branca, me chamam de leite e branca de neve também shaushauhs -.- ' Agora com short, eu nunca liguei apesar de algumas pessoas zuarem também, acho que ce sentimos bem como nós mesmos, o resto não importa!

      ~ Beijos ;*
      cantinhodaslovelys.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
    44. Acho que nos temos que nos achar bonitas, e não querer ser perfeitas muito magras, cabelos lindos, maquiagem e outras coisas. Temos que gostar do jeito que somos !

      Beijos,
      Nevando em Nova York
      Me siga no Twitter @Gii_York

      ResponderExcluir
    45. nossa que legal a sua reviravolta!
      as pessoas adoram nos cobrar, quanto ao nosso peso, nosso modo de nos vestir, e até se somos mais quietas ou tímidas, tudo parece incomodar certas pessoas.
      E enquanto ainda somos mais jovens isso nos abala tremendamente, mas o tempo passa e aprendemos que certas opiniões não valem tanto a pena quanto pensávamos.

      Que bom que se sente feliz e mais saudável.

      ótima noite linda!

      bjinhus

      www.misturasdafabi.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
    46. Tenho 12 anos e os meus colegas de sala sempre fala que eu sou transparente por sempre branquinha. Mas minhas amigas me defende e tal. Sabe, acho que eu meio que faço esse comentários de transparente assim como eles me chamam! Então, nem ligo. Mas foi muito legal ler esse seu texto, ainda bem que não é só eu que sou assim, <3

      Beijão, blog-meninasdepreto.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
    47. Oiiii flor!! Olha tudo que vc diz é td q estou passando!! a cobrança das pessoas, a preocupação sua e da sua saúde e principalmente a baixa estima! Que é uma coisa q as pessoas não se lembram antes de de critica e de cobrar não é?! Vi cm vc conta-se a minha situação tbm! rsrs ME SENTO BEM POR NÃO ESTAR PASSANDO ISSO SOZINHA TBM!! adoreii de vc ter compartilhado isso flor! Parabéns pra nós q damos a volta por cima, mesmo c todo o peso da pressão e da chateação q passamos né?! Estou muitooo FELIIZ MESMO por nós! :D

      Bjox karinhoso Kaah ^.^
      ♥ Uma Pequena Inspiradora

      ResponderExcluir
    48. Oi, Camila!

      É bom ver um relato como o seu. As pessoas precisam começar a se conscientizar disso, que todo mundo é diferente, lindo do seu jeito. A internet hoje também é uma grande fomentadora desse problema, haja vista a obsessão que a magreza se tornou em blogs e redes sociais. O problema não está em ser gordo ou magro demais, mas na nossa própria mente. Precisamos aprender a nos sentir bem conosco, e desejar realizar mudanças por nós mesmos, por um estilo mais saudável e tal, não porque virou modinha, por pressão de "amigos".

      Escrevi um texto nesse estilo faz umas semanas no blog, e foi legal ver a sua opinião por aqui também, viu?

      Um beijo,
      Inara
      www.lerdormircomer.com.br

      ResponderExcluir
    49. Obrigada pela visita Camila, a lojinha é muito boa mesmo, eu super recomendo ^^
      Excelente sexta!
      Beijinhos ;*

      bycarolinaa.com
      facebook.com/meudiarioescondido

      ResponderExcluir
    50. Todo mundo passa por essa fase não tem jeito mesmo,
      eu sempre me achei magra de mais enquanto outras se que eu considerava linda se achavam gordas.
      A sociedade impõe um padrão de beleza e leva toda a juventude a acreditar que aquilo é ser bonito.
      Chegou o tempo de espalharem aceitação.
      beijos

      ResponderExcluir
    51. Muito bom seu texto Camila, muito inspirador, e procura sempre focar na sua saúde e o resto vem em consequência né!

      Michelle Boyd
      The Little Things

      ResponderExcluir
    52. Super curti. Acho que os padrões estão muito fixos na cabeça das mulheres. Acho que o exagero não é legal, mas sou super a favor da saúde, em ser saudável.
      Legal seu testemunho, sou bem mais gorda que você, tenho 65kg e 1,67m e ando louca para emagrecer, realmente é um sacrifício enorme EMAGRECER. Talvez, pior que engordar, mas luto pela minha saúde e por uma vida saudável. Acho feio mulheres musculosas e parecidas com homens.

      www.escravasdamoda.com

      ResponderExcluir
    53. Nós precisamos sempre exercitar a autoaceitação. É um exercício mesmo, já que não fomos criados para praticar isso. Somos tão doutrinados a esconder nossas qualidades e vontades (com a desculpa de nao ser metido ou não ser egoísta), que fica cada vez mais dificil nos compreender e amar, por que no final já estamos perdidos em meio a tantas coisas "erradas". Com isso não somos felizes, e não deixamos ninguém ser, por que uma pessoa que já seja um pouco diferente "tem que ser julgada" para ver se ela se toca e volta para o lugar seguro que tentam nos impôr: o normal e o padrão, que já está mais do que escancarado que não existe né? Nós somos diferentes e está tudo bem, é pra ser desse jeito, fomos criados assim, é natural. E no entanto achamos que natural é lutar contra isso. Por que será que ainda damos tanto murro em ponta de faca? Por que não aceitar o que é tão lógico?

      Só não vê quem não quer né?

      ResponderExcluir
    54. Amei o seu texto. Eu acho que devemos nos aceitar do jeito que somos (claro, se podemos melhorar, ok) e deixar de procurar a tal da perfeição. O que importa é nos sentirmos bem.

      Beijos

      Jéssica
      Fashion Jacket - www.fashionjacket.com.br

      ResponderExcluir
    55. A mídia está sempre impondo um padrão de beleza para sociedade. A beleza é interior, é você se sentir bem, se valorizar, ter bom humor... são vários fatores que tornam uma pessoa bonita e o exterior pode ter certeza é o que menos conta. Não ligue para opinião dos outros, o que eles pensam é problema deles...
      Bom fim de semana!
      Fica com Deus!
      Beijo!

      http://nannacunha.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
    56. Nossa, Camila adorei o post! Realmente, sempre terá pessoas insatisfeitas contigo (conosco) sempre acharão algum defeito, afinal, ninguém é perfeito, não é mesmo? Só que tem pessoas que fazem questão de ficar enfatizando nossos pequenos defeitos (que as vezes nem são de fato defeitos), tem pessoas que precisam ficar falando em voz alta o que o outro tem de ruim para não se sentirem tão insatisfeitos consigo mesmo, tentando mostrar que existem ''pessoas em piores situações que ele''. Fico muito feliz em saber que mesmo depois de uma situação complicada você conseguiu ver o lado bom, como deve ser.

      ResponderExcluir

    Obrigada pela sua visita! Ela é muito importante.