Pesquisa







É difícil escrever belas palavras quando um coração pede auxílio . 
Pedia-me gestos bondosos, sorrisos escandalosos e beijos suaves . Obedecia com amor, com dedicação e além de tudo, com devoção . Sentia-o abarrotar-se com meus carinhos, com meu cheiro de flor e com um toque seda. Mas nessa beleza toda, sempre há um detalhe: até quando essa plenitude iria durar?
Parava sempre, e observava ao redor . Pessoas tristes, procurando um amor com loucura; pessoas suadas correndo para alcançar algo que ás vezes, nem sabiam ao certo. Mas como dizem os filmes: existe amor verdadeiro. Aquele amor devastador e traiçoeiro , mas ao mesmo tempo, forte e intenso, suave e doce, alegre e triste, que a faria chorar a qualquer momento ou dar pulos de alegria. 
Assisti á muitos filmes de romance, que me fizeram crer, todos os dias de minha vida, que apesar das más línguas e pessimismos, existe amor verdadeiro. Vivo como se nada assim fosse, que brigas existem(muitas), que mesmo quando se ama loucamente pode-se magoar o amor, e dizer feridas que talvez jamais esqueça . Que a salvo de um pesadelo, eis que estou em uma nuvem carregada de emoções. Posso descarregá-la ou esquecer... simples assim. Como se nada existisse, como se nada fosse, como se nada importasse . 
Sabe o branco ?Então... tão vazio quanto o preto. E um sozinho, não demonstra tanta alegria... por isso misturando-os teremos a perfeição do equilíbrio. Tenso e angustiante . Salvo partes de minha memória que jamais, e repito, jamais deixarei de buscar o amor em um equilíbrio colorido de sensações .




postado com amor por
  • Comente pelo Facebook!

    10 Comentários

    1. Maravilhosas as suas palavras, Camila.
      Um grande abraço.
      Feliz Final de Semana!

      ResponderExcluir
    2. Difícil, tantas vezes,

      Porque,por vezes, é o coração que precisa de colo,


      Bjkas

      ResponderExcluir
    3. amor é a coisa mais difícil do mundo. de repente é até bonito, mas ainda assim, é muito difícil. =~~

      ResponderExcluir
    4. Ninguém é perfeito, nem quem ama, nem quem é amado. Amar é isso mesmo: achar a perfeição do outro mesmo em seus defeitos. É achar o nosso equilíbrio no outro. Digo que para acharmos nosso alguém no outro, ele não deve nos completar, mas nos complementar!

      ResponderExcluir
    5. Essa busca incessante que é o amor e mais ainda que é amar. Lindo texto!

      ResponderExcluir
    6. OI Camila, então eu não faço em programas.
      Eu pego o Minima (aquele branco sem graça dos modelos 2006 padrões do blogger, sabe?) e modifico direto no código.
      :*

      ResponderExcluir
    7. Existem sempre essas pessoas que irão lutar contra os pessimistas e irão acreditar que o tal do amor verdadeiro anda por aí.. Eu era assim. Sou assim.
      Na verdade, não sei bem. Me encontro em um estado de indecisão, imprecisão, também não sei ao certo. Mas, de qualquer forma, se encontro alguém que acredita, reforço: continue acreditando.

      ResponderExcluir
    8. Relacionamento é isso mesmo, uma mistura de sentimentos equilibrados! Não adianta você sempre ceder, ou sempre abdicar enquanto o outro permanece sempre na zona de conforto dele. Não vale a pena.

      ResponderExcluir

    Obrigada pela sua visita! Ela é muito importante.